quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Você é meu diamante

Nos momentos mais difíceis os diamantes surgem
Quando tudo parece ser complicado, árduo: o diamante surge

Na nossa vida não é diferente.
As pessoas especiais surgem quando estamos na mais escura caverna.
Quando você desacredita de tudo. De todos.
No momento em que o medo toma conta de você e que você não sabe mais o que será feito..

O diamante aparece.

Diamante aguenta tudo. Altas pressões, chuva, sol, tempestades...
Ele continua ali.
Brilhante, belo, intacto.

Você é assim para mim.
Quem tem me dado força pra caminhar e pra ter certeza que tudo vai acabar bem é você.
No seu colo eu encontro o melhor abrigo
O carinho de mãe, a cumplicidade de uma amiga aventureira, o afago de uma irmã.

Eu te amo, mi pequiñita.








terça-feira, 14 de setembro de 2010

Madrugada

Após perceber que seu rosto estava manchado, mais uma vez... ela resolveu.
Se levantou, caminhou em passos leves, arrastou uma cadeira sem fazer barulho, pois ele dormia no cômodo ao lado, sentou-se, sacou uma caneta.

"Querido,

Eu não serei pra você mais uma madrugada.
Na sua vida, não passo de beijos, abraços efêmeros. Suplemento de carência.
Não posso ser mais uma onda, que vem e vai. Se acaba na praia.

Cada vez que te olho, não te vejo.
Quanto mais tento te enxergar de perto, mais obstáculo você coloca.
Há meses tem sido assim.

Mas por puro egoísmo, por vontade, desejo e tudo mais que se relaciona ao simples fato de estar junto, eu me mantive aqui. Ao seu lado.

Porque apesar de todas as barreiras que nos separavam mesmo estando juntos, eu queria ficar com você. Era você que me importava. Só você.

Porém, quanto mais eu pedia passagem, mais você me jogava pra fora. Com mãos de ferro revestidas por luvas de veludo, você me escorraçava da sua vida.

Só queria estar por perto, te pedia com meus olhos, meus abraços, minhas mensagens e minha força: por favor, me deixe entrar na sua vida, estar com você de verdade, te cuidar, te colocar no colo e fazer ninar.

Mas eu gritava em silêncio. A voz não saia. Tudo que eu faço agora, pra você é em vão.

Tu não me deixa entrar. Você se fecha pra mim.

Não sei porque... um dia, quando souber a resposta, me diga.

Quero ser além de uma madrugada. Além de alguém que sacie suas vontades.
Desejo ser sua por inteira, mas o mínimo é ter você por inteiro.
Para isso é preciso abrir portas. Portas nas quais você faz questão de fechar bem na minha cara.

Por isso..por te querer, desejar demais.. quero ser dia e noite.
Não mais madrugada.

O dia em que estiver pronto para ser um dia completo, me procure

Com todo o afeto do mundo.

Linda"

Ainda sob o efeito da coragem, enxugando as lágrimas dos olhos, ela dobrou o papel sobre a mesa, levou até seu peito, o apertou como se fosse o abraço mais envolvente que já dera em seu companheiro e repousou a folha na mesa. Se levantou. Caminhou até o quarto, onde ele ainda dormia, decorou sua geografia e seus detalhes, crente de que não viria aquela imagem tão cedo, se é que tornaria a ver. Foi até ele, beijou seus lábios levemente, o que causou um sorriso singelo. Chorando, ela pegou sua bolsa e saiu pela porta silenciosamente.

Ao sair do prédio, ela viu.

O Sol já estava brilhando.

Era o fim da madrugada, inicio de um novo dia.