quinta-feira, 29 de abril de 2010

Característica de natureza

Ansiedade - 1) grande mal-estar físico e psíquico; aflição, agonia; 2) Derivação: sentido figurado. Desejo veemente e impaciente 3) Derivação: sentido figurado. Falta de tranqüilidade e/ou receio 4) Rubrica: psicopatologia. estado afetivo penoso, caracterizado pela expectativa de algum perigo que se revela indeterminado e impreciso, e diante do qual o indivíduo se julga indefeso. (Do dicionário Houaiss)

Talvez esse seja o sentimento que mais define nos últimos dias.
Eu sou, desde que nasci, uma pessoa ansiosa
Mas tem semanas, épocas, que não sei.. viro uma chata louca possessa de ansiedade

E isso acaba me fazendo meter os pés pelas mãos...
Sim, porque junta com um negocinho chamado impulsividade...
Ihhhhhhhhhhhhhhh... quando isso acontece... ferra com a minha vida!
Acabo fazendo o que não deveria, não naquele momento

Daí, depois, não adianta tentar consertar algo que já foi feito

Mas é como eu costumo dizer.. quem topa estar o meu lado precisa entender, né?

Sei lá..dizem que ansiedade é sinonimo de mulher, mas no meu caso... deve ser ao cubo !

Tento, a cada dia, melhorar isso... e tenho uns amigos "chatos" que me ajudam e, as vezes, até tentam consertar as minhas burradas.. sei lá se conseguem...

ao som de muita música latina, já esperando sábadoo... ops.. isso seria ansiedade?


terça-feira, 27 de abril de 2010

Três

Esse não vai ser um texto melancólico...
Talvez seja o texto mais feliz deste blog

Vou falar de três presentes que fizeram parte de um momento muito único em minha vida...

A primeira delas é a tradição. Todos sabem do amor inabalável, amizade incansável e irmandade que ultrapassa os limites e o entendimento humano. Como toda tradicionalidade, tem seus toques de criança, de paixão desmedida ..

A segunda é a sinceridade. Escancarada, forte, precisa e objetiva. Sempre esteve ao meu lado, independente do papel, seja de bronca, seja de acalento. Era só pensar ou contar que lá vem ela, com toda sua força ou sua camada de kevlar para me fazer voltar e ver que acertei ou que errei.. e principalmente, para mostrar o quanto eu sofria por algo inútil.

A terceira é o companheirismo. O abraço forte, a segurança de que tudo era momento, a voz doce que me acalentava. Por vezes, a bronca, sim, porque qual companheiro não tem lá seus arranca rabos? O companheirismo é o mais intenso, mas não chega a desmerecer as outras características, pelo contrário, vem para completar. Exatamente! Companheirismo é a complementação de algo que a sinceridade não pode dar e a tradição ainda é imatura demais para ver... a experiência.

O fato é que, hoje, não consigo viver sem os três..
Deus realmente me ama muito... olha só as três dádivas que ganhei
Cada uma ao seu tempo, a sua maneira

Só sei que amo e ponto final.

Talvez, aos poucos, ganhe uma quarta dádiva, bem mais louca e intensa, mas.. só com o tempo...

Viu Evandro? O texto foi feliz :)

Vivo agora um momento único ao lado das pessoas que me amam... e que eu amo cada segundo mais

quinta-feira, 22 de abril de 2010

O amor e a saudade

Desde que acordei me preparei para começar esse texto
Admito que estou com um frio na barriga, mas enfim...
É por amor..

Um ano sem você
Um ano sem escutar sua voz me chamando de pingo
Um ano sem ouvir, atentamente, seu chorode saudade pelo telefone
Um ano sem ver, rolar pelos teus olhos, lágrimas de felicidade por estarmos juntos e pela dor da partida...

Partida...
Dor..

É isso que ainda lembro e ainda sofro e choro, choro muito
Porque você me deixou.. não sozinha, não desamparada
Mas com um vácuo, com uma ausência que nada, veja bem, nada vai sarar

A dor deu lugar à saudade, que é imensa, talvez tão imensa quanto a dor da perda..
Mas, em dias como esse, meu coração sangra e nada estanca essa dor desgraçada, esse racho maldito que está em meu peito..

Sabe, eu estou só no começo da minha trajetória, que se Deus quiser, será de sucesso...
E, às vezes, quando penso em desistir, em fraquejar, eu me lembro de como você se orgulhava de mim, mesmo sendo um trabalhinho sem importância, uma notinha sem expressão no jornal, lá estava você, com o jornal em mãos, mostrando aos seus irmãos, sobrinhos, primos...

"Olha isso, olha isso, parece até mesmo uma artista de tão bonita", disparava você quando pegava uma foto minha em suas mãos....

Relembrar tudo isso me dói...
Nunca mais vou pode encostar em teu ombro, nunca mais ninguém vai me chamar de pingo com uma voz doce, calma..orgulhosa.

Pode ter certeza que a maioria das coisas que faço é para te orgulhar, onde que que você esteja..

Eu te levo comigo, vivo.. em meus pensamentos, em meus momentos únicos, pelo resto da minha existência...

O seu último olhar para mim..não me pareceu de despedida, talvez o senhor quis esconder de mim que ali era o fim, o fim da linha... Me lembro como se fosse hoje, eu pegando a estrada, voltando para São Paulo, com lágrimas nos olhos e com a esperança de "não, não foi a última vez daqui 15 dias eu volto e ele estará aqui"..

Porém, uma ligação no dia 22 de abril de 2009 me provou que não, o senhor não estaria mais ali..

Voltei ao Rio meses depois.. e foi estranho não ir até à sua casa simples...

Tudo isso, meu amado vô, é para lembrar da tua morte
É para provar que eu ainda te amo tanto e que o senhor me faz tanta falta...
Eu vou honrar o sobrenome que o senhor deixou, eu prometo...

Mas quero que saiba de uma coisa: EU TE AMO PARA TODO SEMPRE
Tudo está vivo aqui ainda, meu vô

Com muito amor e lágrimas

Do seu, sempre seu, pingo.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Não vejo

É drama.
É só mais um drama numa noite fria

Sabe quando voce tem impressão de que o erro é você?
Então..
Porque não é possível..nada mais faz sentido
Tem semana que a vida faz questão de escancarar algumas coisas

Eu sou um complexo, no qual, nem eu entendo
Fico procurando justificativas para umas coisas que não tem justificativas
Caço, dentro de mim mesmo, os defeitos, que não consigo enxergar

Não vejo porque...
Não vejo problema
Não vejo motivo
Não vejo como isso acontece...

Porque, né?

Estou numa fase tão infantil e adulta ao mesmo tempo que sei lá

Posso sumir?


sexta-feira, 2 de abril de 2010

A surpresa do passar dos dias

É incrível como, quando você menos espera, algo acontece
Sei que já escrevi sobre isso aqui, mas parece que a surpresa é um dos ingredientes mais fortes

E na última semana, tive surpresas agradáveis e surpresas que ainda não consegui decifrar o exato paladar .. e talvez seja essa última que tem me deixado pensativa nesse feriado

O fato de estar longe da minha rotina, descansandoo, tendo vida, só contribui e parece que você sisma em fazer as coisas na hora certa...

Antes de tudo, é bom ver que nada abala a gente... por mais que tentem e, talvez, queiram

É incrível como conheço vários de você, um único você
Vejo a pessoa que é sim infantil e medrosa
Vejo a pessoa humana mesmo
Vejo a pessoa por quem eu fui perdidamente apaixonada
E todas essas pessoas ficam girando na minha cabeça e se tornam em uma única aqui, bem dentro da minha cabeça...

O que mais me confunde é ver resquícios da pessoa que apaixonei tão revelada ...
Que fique bem claro: isso não é uma recaída

A gente vai, vive, se chateia, quebra a cara e, do nada, quando menos esperamos, estamos ali juntos... não da mesma forma que antes, mas juntos e pensando "como essa pessoa significa para mim"

"Repensando e reavaliando a vida"..não foi essa definição?

Isso me confunde sim, admito.
E tenho medo .. e como tenho, talvez é justamente isso que mais tenho sentido...

Mas como disse, tive também uma surpresa agradável.. bem agradável, eu diria
E essa surpresa deve estar lendo esse texto, porque além de companheiro já se revelou um amigo

Alguém que sempre admirei e acompanhei os textos.. agora, Deus me deu a oportunidade (dádiva) de estar mais perto e de ajudar, divertir e aconselhar...
Há uma semana, com um #FF ganhava alguém que me diverte e que me faz rir descontroladamente...
O melhor disso, é que eu sei que faço tão bem quanto...
Tá aí uma pessoa que Deus colocou na minha vida não por acaso, mas juntos, vamos caminhando e nos ajudando..


A gente "vive " (é..viver naquelas, né?) junto e a gente se dá bem, já ressaltava Lulu Santos ..

Obrigada, tá? :)

É isso ae..vamos esperar o que mais essa vida reserva para mim...
Esse mês está despontando como de grandes emoções...