quarta-feira, 14 de outubro de 2009

A impotência e o perdão

Fui impotente e hoje peço perdão
Porque...

Eu não queria ser assim
Sabe, eu queria mesmo ser diferente

Odeio o fato de ser fraca
Me sinto tão impotente
O pior é que eu sei que você tá certa
O pior é que eu sou tudo isso que você disse

Eu assumo, tô tentando me fazer de forte

Tô tentando mudar, ser alguém que tenha respeito por si mesmo
Mas eu não conisgo
A minha impotência diante de alguns fatos é tanta que me envergonho
As cordas corroem e se rompem
Não consigo mais

Não queria brigar com você por causa disso, me perdoa
Sabe, eu queria seu abraço
Eu sei que falar a verdade é papel de amiga tb...

Me perdoa

Eu sei que falo e sempre volto atrás... eu sei que voce fala pelo meu bem

Estou decepcionada
Não deveria ter ido falar, deveria ter me mantido
Escrevo e choro não por ele, mas por você...

Eu te amo e espero que você me desculpe

sábado, 10 de outubro de 2009

O ciclo

Incrível como ficamos tão vulneráveis
A fragilidade é algo que me assusta, mas não me comove
Não porque eu não queira, mas porque não consigo

É tão estranho você saber que foi melhor assim, mas não aceitar "esse melhor"
A sua razão...tudo aquilo que te inspira, responsabilidade te mantém firme nessa escolha

Mas quando me volto para dentro..para o meu coração me deparo com o oposto
O oposto de racionalidade, o contrário de segurança o inverso do conformismo cético
Ou seja, tenho que encarar a paixão, a saudade e, principalmente, a falta que você anda fazendo nos meus dias

Há duas semanas me jogava num abismo e não imaginei que a queda fosse ser tão rápida, brusca... mas tão mágica e intensa

Intensidade é o que tem me resumido...
Tenho sido intensa nas lembranças, na paixão...

Quando se trata de te esquecer... me depedaço
Porque por onde quer que eu vá, quer que eu olhe, tudo me remete a você, a gente...
Nada mais parece ter cor...

O sentimento sufoca, mas o que me tira o fôlego de verdade é o teu silêncio
É o vazio que ficou... e que grita silenciosamente dentro de mim...
E quando essa ausênciafica traduzida em lágrimas e quando a razão aperta o botão alerta

E assim, o ciclo se repete
Por horas, dias...
Não sei quando vai acabar...


quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Lacuna

Não sei se estou pronta para escrever sobre tudo que aconteceu

O vazio é tão grande, a lacuna cresce cada minuto que passa e me consome...

Conformidade e aceitação não provam a calma ou a superação

Pelo contrario, acho que quando você faz questão de se isolar e curtir só a sua dor mostra cansaço e desgaste, mas o problema é que gosto e assumo...

Não tem como evitar e nem esconder o que está na cara

É difícil demais para mim ter uma ferida aberta e tentar passar que está tudo bem.

O silêncio, que é totalmente necessário, corroe ...

Nada em graça para mim, tudo é muito inerte, indiferente

Sei que pode ser egoísmo, mas tudo anda tão pequeno em relação ao que eu sinto...


A tentativa de tentar já é fato encerrado...

Cada vez que penso isso meu chão somee

O sonho acabou e isso me machuca tanto

Mas a vida é assim.. o fato de estarmos longe, pelo menos por enquanto, me deixa triste

É aquela coisa... sofrer tudo agora... não sei se esse era o momento que eu deveria sofrer

O meu conto tava tão legal, meu

Tão do jeito que eu sempre sonhei... apesar das divergências... foi um bom momento

Intensidade, paixão, momentos....

Mas que você ta fazendo falta e que a saudade está apertando é a mais pura verdade e não consigo esconder isso nem dos outros, quanto mais de mim mesma...


e só

sábado, 3 de outubro de 2009

E não importa

Não que eu tenha idealizado a profissão. Mas tem certas coisas que acontecem que frustram e chateiam muito. Até demais...

Eu, apesar de possuir o enorme um ano de carreira, já vi tanta coisa nesse meio, que se não amasse mesmo o que faço..teria desistido por vários motivos...

Tento fazer o meu trabalho pensando no leitor... no que ele quer saber, o que realmente interessa, mas ver a falta de comprometimento é duro

A ganância anda ganhado tanto espaço... a vontade de enganar o leitor, maior ainda

Mas isso já é conhecido de todo mundo... ta escancarado para quem quiser ver...

O que me chateia é quando isso interfere diretamente na vida de pessoas que gosto tanto, que me ensinaram tanto..que me fizeram ser alguém mais feliz por tardes, tardes e tardes...

Mas não importa, vou lutar e fazer com que tudo seja honrado... ou até mesmo vingado ! Porque se tem uma coisa que não admito é injustiça... e o que fizeram foi sujo, feio e injusto

E isso só prova o quão bom e talentoso você é.